Ação interdisciplinar em escola de Contagem promove o respeito às diferenças culturais

15/04/2015

A temática da igualdade racial tomou as salas de aula da Escola Estadual Nair Mendes Moreira, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Desde o início do ano, a escola desenvolve o projeto ‘Gestão para a equidade – juventude negra’. A iniciativa é interdisciplinar e visa conscientizar os estudantes sobre a importância de se respeitar diferentes culturas.

“Estão previstas ações para serem realizadas até o mês de novembro, quando se comemora ‘Dia Nacional de Zumbi’. Os professores de Língua Portuguesa, por exemplo, trabalham obras e bibliografias de escritores africanos; a professora de História desenvolveu um projeto sobre o samba, na qual os alunos estudaram a origem e raízes do gênero musical, os instrumentos usados e as músicas”, conta uma das responsáveis pelo projeto e professora de Língua Espanhola, Thatiana Vasconcelos Barcelos.

Desde o início do ano, a escola desenvolve o projeto ‘Gestão para a equidade – juventude negra’. Crédito: Arquivo da Escola

Além das ações já realizadas, diferentes atividades serão desenvolvidas até o fim do ano. Em Língua Espanhola, os alunos estudaram um texto e a partir dele vão apresentar um teatro no mês de maio. Em junho, serão exibidos filmes sobre a temática estudada. Os alunos também irão fazer entrevistas com representantes dos Arturos, uma comunidade quilombola próxima à escola.

Para a culminância do projeto, a escola irá produzir uma revista. Os registros fotográficos e depoimentos de estudantes e da comunidade estão sendo feitos pelos alunos, como explica a estudante do 2º ano do ensino médio, Roniara Aparecida Silva. “Cada aluno foi designado para uma atividade e nós ficamos responsáveis por tirar fotos dos das ações e fazer entrevistas com representantes da comunidade Arturos e em salões de beleza afro”, conta.

Além das ações já realizadas no projeto, diferentes atividades serão desenvolvidas até o fim do ano. Crédito: Arquivo da Escola

Roniara também ressalta a importância de desenvolver um trabalho de valorização da cultural como o desenvolvido na escola. “O trabalho está sendo muito importante porque vamos conhecer mais sobre a nossa história e ter a oportunidade de conhecer também uma cultura diferente para entende – lá melhor”, conclui.

Reconhecimento

Em 2014, o projeto foi um dos vencedores do prêmio Gestão Escolar da Equidade – Juventude, uma iniciativa Instituto Unibanco, em parceira com o Fundo Baobá e a Universidade Federal de São Carlos. O prêmio busca apoiar iniciativas de gestão escolar que têm o propósito de enfrentar as desigualdades raciais e elevar os resultados educacionais de jovens negros. O projeto apresentado pela escola mineira foi o único da região sudeste entre os 10 selecionados de todo o país.

Consciência Negra

O Dia Nacional da Consciência Negra, também conhecido como o Dia Nacional de Zumbi, foi instituído, oficialmente, pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. A data é uma referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares – situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região Nordeste do Brasil. A morte do líder do quilombo ocorreu em 1695, por bandeirantes liderados por Domingos Jorge Velho.

(Município: Contagem / Superintendência Regional de Ensino Metropolitana B)

Postado em: Uncategorized — admin @ 12:00

1 Comentário »

  1. A educação precisa de ousadia e alegria. É com muito orgulho que fazemos parte de uma equipe tão comprometida com a escola e com a comunidade.

    Comment by Arisson Flávio e Karine Ribeiro — 15/04/2015 @ 18:05

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades