11 sugestões de filmes para estudar Biologia

23/08/2016

Cinema não é apenas para o lazer, mas uma importante fonte de conhecimento e reflexão. Por isso mesmo, os filmes são ferramentas muito interessantes para serem utilizadas na Educação. Seja como base para trabalhar algum conteúdo curricular, seja para levantar um debate sobre alguma questão relevante para o estudo da disciplina. Os filmes podem ser trabalhados em sala de aula, de forma interdisciplinar, como atividades extracurriculares, como material de suporte, dentre outras possibilidades. Existem muitas obras que trazem informações, ajudam a refletir ou complementam assuntos tratados em sala de aula.

Assuntos ligados à Biologia são recorrentes em muitas produções cinematográficas e podem ser utilizadas na escola para estudar alguns temas. No entanto, é sempre necessário ter uma visão crítica desses filmes e ficar atento a possíveis inconsistências entre a verdade científica e aquilo que é apresentado na produção.

 

 

 

 

 

 

 

Fizemos uma lista com 11 sugestões de filmes que podem ser interessantes para aprender ou refletir sobre alguns temas tratados nas aulas de Ciências ou Biologia.

1 – Osmose Jones (2001):

O filme dos irmãos Bobby e Peter Farreley é uma interessante viagem pelo sistema imunológico humano. Misturando cenas filmadas com atores reais e outras de animação, a história começa quando Frank contrai um vírus, que a princípio parece ser um simples resfriado. A partir daí, conhecemos o interior de seu organismo que é chamado de “a cidade de Frank”. Os glóbulos brancos são representados por policiais responsáveis pela segurança da cidade, liderados por um linfócito chamado Osmose Jones. Ele comanda a luta contra o vírus que entrou no corpo de Frank disfarçado de resfriado para despistar o sistema imunológico. Na verdade, trata-se de um novo tipo de vírus, chamado Thrax, cujo plano é se multiplicar rapidamente, matar Frank em 48 horas e ficar conhecido pela medicina como uma nova e terrível doença.

2 – A ilha (2005):

Dirigido por Michael Bay, o filme se passa num futuro próximo no qual a clonagem humana é possível e permitida. Assim, as pessoas podem encomendar clones de si mesmas para o caso de um dia precisarem de transplante. Os clones vivem em local isolado e numa sociedade altamente vigiada. Não sabem qual é a sua verdadeira finalidade. Conta-se para eles que a Terra está contaminada e, por isso, é necessário viver neste local isolado. O filme lembra como é realizado o processo de clonagem e uma boa ferramenta para se discutir a questão científica e ética sobre a clonagem humana.

3 – E a banda continua a tocar (1993)

O filme de Roger Spottiswoode conta a história da descoberta da Aids a partir da morte de diversas pessoas homossexuais no final da década de 70. Mostra como, a princípio, a doença era vista como exclusiva das comunidades homossexuais e o preconceito existente contra os portadores. Retrata também a dificuldade dos cientistas em estudar a origem da doença e a relutância das instituições em financiar as pesquisas e em falar sobre o tema. Baseado em fatos reais, o filme é uma boa maneira de aprender sobre a origem da Aids, doenças sexualmente transmissíveis, bem como para conhecer seus sintomas, formas de transmissão e prevenção. Também pode servir como ponto de partida para debates sobre o preconceito e o impacto deste nas políticas públicas direcionadas à doença.

4 – Gattaca – Experiência genética (1997):

Em um futuro em que a sociedade é formada por indivíduos frutos da manipulação genética, a maioria das pessoas foi concebida em laboratório tendo seus genes estrategicamente escolhidos a fim de produzir seres humanos perfeitos. O Estado tem poder sobre a visão da população em relação à manipulação genética, gerando grande preconceito e a formação de “castas” sociais. Vincent Freeman é o primogênito de um casal que nasceu da maneira tradicional, sem preparos genéticos. Apesar de seu esforço e competência, Vincent consegue apenas empregos mais simples, enquanto seu irmão mais novo, gerado pela manipulação genética, consegue subir rapidamente na carreira. Para conseguir o que deseja, o personagem se faz passar por outra pessoa e consegue um emprego na base Gattaca, uma espécie de “Nasa”. Porém, um assassinato em seu emprego coloca em risco sua máscara. O filme é uma ficção científica cheia de suspense que discute a ética e os problemas relacionados à manipulação do DNA.

5 – Criação (2009):

O longa mostra um pouco do processo de construção da teoria da Seleção Natural desenvolvida por Charles Darwin, autor da publicação “A Origem das Espécies”, que revolucionou a ciência. Vivendo na Inglaterra, em uma sociedade extremamente moderada pela religião, Darwin se vê no meio de um conflito em que ele luta com suas raízes tradicionais e religiosas e a revolução que suas descobertas científicas sobre evolução irão causar na sociedade. O que se destaca no filme é o contexto histórico em que a “A Origem das Espécies” foi lançado e como ele revolucionou a visão do homem sobre a natureza e a sociedade.

6 – Jurassic Park – Parque dos Dinossauros (1993):

Um ótimo filme para trabalhar sobre dinossauros, evolução, clonagem, genética, ética animal, e morfologia vegetal é o Jurassic Park: Parque dos Dinossauros. Um parque construído por um milionário tem como habitantes dinossauros diversos, extintos há milhões de anos, que foram recriados em laboratório. Isto é possível por ter sido encontrado um inseto fossilizado, que tinha sugado sangue destes dinossauros, de onde pôde-se isolar o DNA. Dentro da mesma temática, o novo Jurassic World, lançado em 2015, também é uma boa opção para estudos.

7 – Epidemia (1995):

O filme conta a história de um coronel-médico do exército americano, chefe de um departamento de pesquisas epidemiológicas, que investiga uma nova doença contagiosa capaz de matar em pouco tempo suas vítimas e que já dizimou um acampamento militar na África. Em virtude de um macaco ter sido levado de forma clandestina para os Estados Unidos, uma população de uma pequena cidade americana começa a apresentar os mesmos sintomas da doença. O contágio, porém, se desencadeia ainda mais rapidamente.

8 – Avatar (2009):

No futuro, Jake, um ex-fuzileiro naval paraplégico, é enviado a um planeta chamado Pandora. Nesse local, além da riqueza em biodiversidade, existe também a raça humanoide Na’vi, com sua própria língua e cultura, que evidentemente entra em choque com os humanos da Terra. Algumas temáticas possíveis para aplicar em sala são a devastação ambiental, ciclo vital, predatismo, DNA, transgênicos, evolução, pesquisas científicas, entre outros.

9 – O óleo de Lorenzo (1992):

O filme é a história real de um casal, Augusto e Michaela Odone, cujo filho Lorenzo, que até os seis anos levava uma vida normal, começa a apresentar hiperatividade, surdez, desequilíbrio e vários outros sintomas, até ser diagnosticado com uma grave doença: a adrenoleucodistrofia (ALD). Essa doença degenerativa rara e incurável, em que ocorre o desgaste da mielina (presente no neurônio), provocado pelo acúmulo de gorduras saturadas, leva o paciente ao óbito em cerca de dois anos após o início dos sintomas. Os médicos não sabiam como tratá-lo e haviam poucas pesquisas sobre a doença. Inconformados com essa situação, os pais de Lorenzo partiram em uma busca pela sobrevivência do filho. Decidiram estudar e pesquisar sozinhos, juntando estudos que já haviam sido iniciados por pesquisadores de forma isolada, na esperança de descobrir algo que pudesse deter o avanço da doença, que tem caráter hereditário e é transmitida geneticamente pela mãe.

10 – O Núcleo – Missão ao centro da Terra (2003):

Por razões desconhecidas, o núcleo da Terra parou de girar e o campo eletromagnético do planeta começa a se deteriorar. Ao mesmo tempo, estranhos fatos acontecem ao redor do planeta: em Boston, 32 pessoas com marca-passos morrem inesperadamente, todas numa área de dez quarteirões; em Londres, bandos de pombos perdem a noção de navegação e se jogam contra os transeuntes e contra os para-brisas dos automóveis; em Roma, uma grande tempestade transforma em pó o Coliseu. Na tentativa de solucionar a crise mundial, membros do governo e das forças armadas dos Estados Unidos convocam o geofísico Josh Keyes e uma equipe com os mais talentosos cientistas do mundo para realizar uma viagem ao núcleo da Terra, e tentar fazê-lo girar novamente.

11 – A Marcha dos Pinguins (2005):

O documentário, do biólogo Luc Jacquet, acompanha por um ano os hábitos reprodutivos das espécies de pinguins imperadores. Cerca de sete mil pinguins atravessam 100 km da Antártica para realizarem o acasalamento. Os machos são responsáveis pela incubação dos ovos, que dura cerca de dois meses. Quando o ovo eclode, as fêmeas retornam para cuidar da proteção e alimentação dos filhotes.

 

Postado em: Dicas — Andrea Hespanha @ 15:30

3 Comentários »

  1. Para uso em suas aulas.

    Comment by Eliézio Costadela — 23/08/2016 @ 19:55

  2. Excelente material.

    Comment by Eliézio Costadela — 23/08/2016 @ 19:55

  3. Existe ainda um filme, não me recordo o nome, onde acontecem séries de ondas decorrentes de alterações no espaço/tempo. Seria ótimo inseri-lo na lista também.

    Comment by Felipe Dias — 25/08/2016 @ 14:22

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades