Dicas para diversificar as atividades e tornar as aulas de Educação Física mais inclusivas

03/05/2017


Desenvolver novas experiências, propostas de integração e atividades para ampliar o repertório de vivência dos alunos. Hoje a Educação Física vai muito além das atividades esportivas e/ou revelar atletas. É essencial trabalhar nas escolas expressões corporais, trabalhos em equipe e convivência com diferentes grupos de pessoas para integração de espaços e para conhecer outras manifestações culturais, esportivas e sociais, inclusive com o auxílio das tecnologias.

A Educação Física escolar inclusiva tem como objetivo o desenvolvimento afetivo, cognitivo e psicomotor, não só dos estudantes com deficiência, mas de todos os estudantes. Através dela, os alunos tomam conhecimento sobre o corpo e temáticas de saúde, ética, meio ambiente, pluralidade cultural, sexualidade, dentre outros assuntos. Deve-se romper os alicerces do ensino comum e construir junto com os alunos novas opções que possam cooperar com o aprendizado e para estimular as potencialidades, favorecendo as trocas de conhecimento e respeitando a pluralidade existente em uma sala de aula.

Com isso, cabe ao professor criar alternativas inovadoras e diversificadas, para incorporar uma grade pedagógica e didática que valorizem todos os alunos, seja na quadra e na sala de aula, com apresentação de vídeos, palestras de profissionais e visitas a academias e escolas de esportes. As escolas devem ser inclusivas e atender a todos, sem exclusão, desenvolvendo as potencialidade e características de cada corpo.

Devemos pensar numa educação física que implique na participação de todos os estudantes em uma mesma atividade, e para que os estudantes deficientes e com necessidades especiais façam também parte desse processo, na flexibilização de recursos e regras das atividades físicas, criação de novas atividades e eliminação de barreiras. Dentro do Portal Escola Interativa estão disponíveis diversos conteúdos que podem ajudar a tornar as aulas de Educação Física mais inclusiva. Para ajudar, o Blog Educação também selecionou algumas dicas. Confira:

 

Flexibilização de recursos e regras

A prática da educação física inclusiva requer a flexibilização de alguns elementos, como recursos e regras. Recursos são estruturas e suportes necessários para o desenvolvimento das atividades que compõem a educação física, tais como: equipamentos, infraestrutura, equipe de apoio e intérpretes. Já as regras podem ser definidas como um conjunto de diretrizes, normas e procedimentos que definem os objetivos, as permissões e as restrições de uma atividade.

 

Interdisciplinaridade

A interdisciplinaridade pode ser uma forma de tornar o ensino mais prazeroso e, ao mesmo tempo, de aprofundar questões importantes. Para se falar em um projeto interdisciplinar, é necessário que os educadores tenham a ousadia de ir além de sua própria área, buscando pontos de contato entre as diferentes disciplinas.

 

Educação física adaptada

A educação física adaptada tem como objetivo o desenvolvimento afetivo, cognitivo e psicomotor dos estudantes com deficiência. Essa modalidade basea-se na prática dos esportes adaptados, cuja origem são os esportes convencionais. Nesse sentido, foram criadas adaptações para alguns esportes, pensadas a partir de cada tipo de deficiência, como o futebol de cinco e o basquete em cadeira de rodas. Existem várias outras atividades também pensadas exclusivamente para estudantes com deficiência e que integram a área da educação física adaptada.

Postado em: Dicas — Eric @ 14:26

4 Comentários »

  1. Primeiro parabéns pelo incentivo.
    Então, é por aí que também penso. Sonho com uma Educação Física cem por cento participativa e inclusiva. Quando trabalhei com alunos do primeiro aos quinto anos foi muito bom e ocorria nesse contexto. Me sentia preenchida e realizada. No atual momento trabalho com turmas o Ensino Médio e não rende muito apesar de buscar fazer o melhor. Mas uma situação que pensei foi a pedir para as duas aulas com cada turma sejam seguidas no mesmo dia. Penso que dara para fazer melhor com meus alunos.

    Comment by Norma Afonso — 04/05/2017 @ 18:55

  2. Excelente!!!! Como é bom saber que nossa disciplina tem um novo olhar, buscando Casa vez mais a diversidade de conteúdos e principalmente direcionado para a inclusão. Parabéns pela iniciativa!

    Comment by Dirlei Perez Celeri — 14/05/2017 @ 10:46

  3. muito legal e interessante. mas http://bitposts.com/diversos/dieta-das-frutas-para-emagrecer-8-kg-em-apenas-10-dias/

    Comment by carlos — 19/05/2017 @ 01:05

  4. Adorei o artigo, sobre tudo, no que diz respeito a “inclusão”, sem dúvidas de que este é o melhor caminho para a educação de maneira geral!

    Comment by Jorge Pardim — 04/06/2017 @ 09:11

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades