Instituto de Educação de Minas Gerais e Museu da Escola – um mesmo cenário para várias histórias

19/05/2011

Quem frequenta as salas de aulas e as demais dependências do Instituto de Educação de Minas Gerais (IEMG) tem um privilégio que é para poucos, o ter um museu dentro da escola. O público estimado em mais de cinco mil pessoas entre alunos, professores e funcionários pode frequentar o Museu da Escola de Minas Gerais, que funciona no segundo andar do prédio, com visitação gratuita. A oportunidade de viajar pela história da educação sem precisar ir longe, faz do Museu um complemento valioso para as atividades trabalhadas em sala de aula.

“O Museu da Escola é um espaço extremamente vivo e é onde o aluno pode entender o que é uma fonte histórica, qual é o material que o historiador utiliza para escrever a história do passado. Então, ele serve para ensinar ao aluno que os fatos históricos são estudados a luz de objetos, referencias e vestígios de um passado que não tem como voltar mais. Você só estuda o passado através desses objetos”, explica Ronaldo Campos. O professor de História trabalha com alunos do 6º ano do ensino fundamental e todos os anos procura levar os estudantes para uma visitação ao Museu.

Museu IEMG

A ideia adotada por Ronaldo Campos e outros professores do IEMG, também vai ser utilizada pelo professor de Sociologia, Maurício Tavares. “Já fiz uma espécie de laboratório com alguns alunos. Trouxe alguns estudantes para visitar o local, eles gostaram e por isso vou trazer todas as minhas turmas. É um Museu de uma riqueza extraordinária. Sem contar que poupa-nos do trabalho de fazer o deslocamento para a área externa”, avalia o professor.

O Museu da Escola de Minas Gerais funciona em uma grande sala do Instituto. No espaço, os visitantes podem encontrar as quatro fases da educação mineira no período republicano: ‘Escola Tradicional’ ‘Escola Nova’, Escola Pabaee/Tecnicista’ e a ‘Escola Contemporânea’. O acervo conta com objetos que faziam parte das salas de aula do século XIX até os dias atuais. Documentos como histórico de ex alunos e dados escolares, também fazem parte da riqueza que ajuda a contar a história de mais de cem anos de educação.

Visita IEMG

Nicole Oliveira Furtado é estudante do 6º ano do ensino fundamental. A aluna já visitou o Museu várias vezes. A oportunidade de ter um espaço assim tão próximo de sala de aula faz com que a jovem se sinta privilegiada. “Eu já visitei o museu muitas vezes. Sei que muitos estudantes não têm uma oportunidade como eu, por isso me sinto honrada de estudar aqui. Acho muito interessante saber como os alunos antigos viviam o modo de vestir deles”, explica a aluna.

A ida do Museu da Escola de Minas Gerais para o IEMG ocorreu em 2006. Na época, o Instituto completava o seu centenário e o Museu levou sua exposição da ‘Escola Tradicional’ para compor a programação festiva da escola. No mesmo ano, a exposição permaneceu e todo o acervo do Museu, que até então funcionava na Praça da Liberdade, foi transferido para as dependências da escola.

Objetos IEMG

Ações Pedagógicas – De acordo com a diretora da escola, Marília Sarti, a parceria com o Museu tem dado bons frutos. “Temos um relacionamento muito bom com a equipe do Museu. Nossos alunos sempre são convidados a participar das atividades elaboradas por eles. Nesta semana, que é a Semana Nacional dos Museus, nossos estudantes estão participando de algumas atividades. Os alunos dos 8º e 9º anos estão assistindo a vários filmes no Museu”, comenta.

Nesses cinco anos de Instituto de Educação, o Museu procura desenvolver, em parceria com a escola, uma série de ações para o atendimento de alunos e funcionários. Um dos projetos trabalhados foi ‘A ciência no salão de beleza’, que também teve a parceria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O trabalho, desenvolvido em 2009/2010, tinha como objetivo apresentar dicas e curiosidades sobre cabelo, pele e unha.  Na semana das crianças de 2010, o Museu buscou levar o lúdico para a escola. Contadores de histórias foram se apresentar para os alunos. Os estudantes do IEMG também apresentaram algumas peças de teatro na semana de comemoração da data.

Exposição IEMG

Mas as ações não eram direcionadas apenas aos estudantes. “Com o projeto ‘Conhecer para preservar – sujeitos da memória’, buscamos a valorização do papel do servidor do IEMG. Trouxemos palestrantes e uma psicóloga para fazer um trabalho de auto-estima com os funcionários da escola”, explica o coordenador das atividades pedagógicas do Museu da Escola, Luiz Carlos Tomich.

Luiz Carlos Tomich destaca ainda que as ações do Museu em parceria com a escola, buscam a integração dos dois públicos que lidam com a educação. “Com esses trabalhos, os alunos, professores, funcionários da escola e do museu, ficaram mais integrados. São trabalhos envolventes que enriquecem a parte pedagógica e contribuem para essa aproximação”, conclui.

Postado em: Uncategorized — admin @ 14:58

6 Comentários »

  1. eu estudo la e achei muito legal a sua ideia

    Comment by ana clara arcanjo — 07/02/2012 @ 21:20

  2. SOU DE SÃO PAULO MAS ESTOU MORANDO AQUI EM BH HÁ UNS 10 ANOS, COMO TENHO MUITA VONTADE DE CURSAR O MAGISTÉRIO E POSTERIORMENTE PEDAGOGIA, FUI INFORMADA DESTE INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E FIQUEI MUITO IMPRESSIONADA E INTERESSADA EM CONHECER MAIS Á RESPEITO. POR TUDO QUE JÁ OUVI E PESQUISEI NA INTERNET, SÓ TENHO QUE ELOGIAR ESTE PATRIMÔNIO TÃO PRECIOSO.

    Comment by NILVA GARCIA — 11/03/2012 @ 17:21

  3. Meus caros;
    Sou egresso do IEMG, formado no magistério em 1983.
    Dispensável falar de toda minha satisfação em ter sido alunio do IEMG e pretender, após quase 30 anos, tentar me reaproximar de nossos colegas de formatura, nossos professores e amigos servidores dessa escola modelo de Minas, para o Brasil.
    Ao lado de tão nobres idéias, sugiro lançarmos um blog ou site dos ex-alunos de forma a mantermo-nos informados sobre os passos profissionais dos ex-alunos e como forma de preservarmos as amizades.
    Fico à disposição para ajudar a tentarmos localizar o maior número de pessoas da época, para fazermos, quem sabe, uma grande festa dos 30 anos.

    Com o meu abraço e disposição,

    Nacib Rachid Silva
    Advogado e Professor universitário em Belo Horizonte/MG

    Comment by Nacib Rachid Silva — 16/04/2012 @ 22:49

  4. Nacib,

    Por acaso você foi professor de história em alguma escola de pré-vetibular em BH?

    Comment by Poliana Vilela — 20/06/2012 @ 05:09

  5. Oi Nacib, tudo bem? Tambem sou formanda do IEMG de 1983. Infelizmente nao me lembro de vc, mas já consegui encontrar umas 15 pessoas que se formaram conosco, terei o maior prazer em compartilhar estas informações com você.
    Aguardo contato. Um abraço. Pode mandar mensagens no meu face book Edna Sena Cardoso.

    Comment by Edna sena cardoso — 09/01/2013 @ 21:38

  6. Olá!Sou da turma de 1986 e estou em busca de localizar colegas para um encontro comemorativo de 30 anos de formatura. Se alguém tiver algum contato com alunas desta época, favor mandar para myrnavco@gmail.com

    Comment by Myrna Oliveira — 24/10/2016 @ 21:00

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades