Alimentação saudável na cantina e nas salas de aula

09/04/2012

Português, Matemática, verduras, frutas e legumes. Na Escola Estadual Monsenhor Francisco Miguel Fernandes, no município de Rio Espera, região da Zona da Mata, além das leituras e contas, os estudantes dos ensinos fundamental e médio discutem hábitos saudáveis de alimentação e incentivo à prática esportiva. A iniciativa faz parte do projeto ‘Cintura Fina’, coordenado pelo Grupo de Desenvolvimento Profissional da escola ‘Atitude Faz a Diferença’.

Marcado por uma programação que vai até o mês de outubro, o projeto teve início com a discussão sobre a composição dos alimentos, a partir do livro e CD ‘MPN – Música Popular Nutritiva’, de Tânia Bicalho . “Utilizando um cd musical que fala sobre os nutrientes presentes nos alimentos, nós começamos a trabalhar a importância de cada um deles para o nosso corpo. Depois desse momento de identificação, os alunos do 6º ano fizeram uma pesquisa sobre os nutrientes e o resultado disso será divulgado em um painel na escola”, explica a professora de Ensino Religioso e uma das coordenadoras do projeto, Rita de Cássia Campos Miranda. Ela também é técnica em nutrição.

Projeto sobre alimentação saudável é desenvolvido com alunos, professores e funcionários da escola. Foto: Arquivo da Escola

Com os primeiros estudos já tem aluno com as informações nutricionais na ponta da língua.  Esse é o caso de João Batista de Miranda Júnior, estudante do 6º ano do ensino fundamental, e um dos estudiosos dos alimentos e suas propriedades nutricionais. “Aprendi que a banana serve para dar energia ao nosso corpo e que a gente tem que fazer um ‘casamento’ em nosso prato, colocando verduras legumes e frutas”, destaca o aluno de 10 anos.  

Para a também, aluna do 6º ano do ensino fundamental, Lúcia América Barbosa Pereira de Oliveira, o projeto é uma forma de chamar a atenção dos alunos para a importância de uma alimentação saudável. As discussões que começaram em sala, também podem ir para o ambiente familiar. “O projeto é muito bom, porque mostrar pra gente o que se deve comer ou não. Na minha casa, por exemplo, eu gosto de cenoura, alface e couve e sei que isso faz bem para o nosso corpo”, cita.

A professora comenta que o projeto estimula os estudantes a mudarem os hábitos em prol de uma vida saudável. “A alimentação é uma preocupação constante na rotina das pessoas. Seja para obter um estilo de vida saudável ou para perder peso, melhorar a saúde ou, simplesmente, satisfazer necessidade fisiológica. Contudo, uma nutrição adequada se preocupa com algumas questões importantes: o que, quando, quanto e como consumir os alimentos”, lembra a professora.

Projeto da Escola Estadual Monsenhor Francisco Miguel Fernandes, em Rio espera, destaca a importância da alimentação saudável. Foto: Arquivo da Escola

Mutirão de ações

As ações do projeto ‘Cintura Fina’ entram agora em uma segunda fase. Estudantes, professores e funcionários da escola já podem se inscrever para um trabalho de acompanhamento nutricional que deve durar cerca de sete meses. Em um primeiro momento, o trabalho prevê um registro dos hábitos alimentares dos participantes e uma palestra de uma nutricionista na escola. No segundo momento, a nutricionista vai elaborar um plano alimentar para os inscritos. “A elaboração do cardápio será para promover uma reeducação alimentar. Deve ser um cardápio com dicas de uma alimentação barata para que os nossos alunos, professores e funcionários participantes possam seguir. Nessa acompanhamento, temos a expectativa de atender a 25 pessoas para que o trabalho possa ser feito com maior atenção”, detalha a professora. 

Em outubro, está prevista a culminância do projeto, com a premiação do 1º, 2º e 3º participantes que conseguiram seguir a reeducação alimentar. E para não fugir da proposta do projeto, os participantes a serem premiados ganharão cestas contendo frutas, cereais em barra e em grãos, além da medalha.

Também na data da culminância, os alunos do 6º ano do ensino fundamental vão apresentar um livro com sugestão de reaproveitamento de alimentos. “Esse livro virá a partir de uma pesquisa de nossos alunos que vão mostrar que muita coisa que jogamos foram em nossa alimentação podem ser reaproveitadas. O talo da couve pode ser utilizado em um suco, a casca da melancia pode virar doce e também podemos comer a folha de beterraba!”, exemplifica a professora Rita de Cássia Campos Miranda. 

Atividades iniciais do projeto foram desenvolvidas na sala de recreação. Foto: Arquivo da Escola

Grupos de trabalhos

O Grupo de Desenvolvimento Profissional é composto por professores do ensino fundamental e médio, que se reúnem na escola para desenvolverem projetos dentro de seis eixos temáticos: Alfabetização e Letramento, Avaliação Educacional e Institucional, Desenvolvimento do Ensino (como ensinar melhor), Educação Ambiental, Educação Patrimonial e Feiras e Mostras de Cultura, Ciência e Tecnologia. Essas ações integram o Programa de Desenvolvimento Profissional da Secretaria de Estado de Educação.

Município: Rio Espera / Superintendência Regional de Ensino de Conselheiro Lafaiete  

Postado em: Uncategorized — admin @ 16:03

28 Comentários »

  1. Parabéns a todos os envolvidos no projeto. Ações como estas fazem de nossa escola um lugar onde se aprende para a vida.

    Comment by Marcos — 09/04/2012 @ 18:13

  2. Parabéns mãe(Rita de Cássia Campos Miranda) por todos os seus projetos, em especial o PROJETO CINTURA FINA.Que realmente os envolvidos no projeto compreendam a importância da reeducação alimentar para a melhoria da qualidade de vida. Sucesso! Que outras escolas possam aderir essa idéia!
    Parabéns aos idealizadores desse blog, pois assim podemos conhecer trabalhos desenvolvidos por professores da nossa querida Minas Gerais.

    Comment by Raíssa Caroline Campos de Miranda — 09/04/2012 @ 18:34

  3. ´Que belo projeto professora Rita de Cássia.Que mais escolas possam seguir esse exemplo.Com a obesidade crescente no nosso país deveria ser obrigatório trabalhar a reeducação alimentar nas escolas estaduais e municipais.sucesso.

    Comment by Marcelo A M Fonseca — 09/04/2012 @ 18:51

  4. Bela Iniciativa, parabéns aos idealizantes do projeto.

    Comment by Hébio Camrago Júnior — 10/04/2012 @ 16:12

  5. NOSSA,QUE PROJETO MARAVILHOSO,PROF RITA DE CÁSSIA.A REEDUCAÇÃO ALIMENTAR DEVERIA SER TRABALHADA EM TODAS AS ESCOLAS,INCLUSIVE CRECHES E PRÉ ESCOLAS.SUCESSO! PARABÉNS.

    Comment by MATHEUS A OLIVEIRA — 11/04/2012 @ 11:20

  6. Parabens por mais um de seus belos projetos.
    Esse projeto pode e vai ajudar muito na educaçao alimentar não só dos alunos envolvidos no projeto ou estudantes da escola mas uma educaçao que vai abranger tanto a familia quanto amigos dos estudantes e da escola e geraçoes futuras.otima iniciativa da professora Rita de Cassia junto a escola Monsenhor Francisco.
    PARABES!!

    Comment by conrado — 11/04/2012 @ 11:23

  7. Parabéns professora Rita de Cássia.Que realmente este projeto seja um sucesso.temos visto em nossas escolas a obesidade cada vez mais crescente entre alunos e alunas (crianças ainda).Isto é muito triste.Que os responsáveis pela educação mineira ou até mesmo do Brasil incluam como obrigatório nas escolas a reeducação alimentar.isso ajudará na melhoria da quelidade de vida de todos.Até a saúde pública deixaria de ter tantos problemas.

    Comment by Regina Castro Ribeiro — 11/04/2012 @ 11:37

  8. P-A-R-B-B-É-N-S!!!Professora Rita de Cássia,que show de projeto.Sucesso.Escolas do Brasil mirem-se nesse exemplo antes que o Brasil se torne um país de obesos.A escola pode ajudar e muito.Professores,voces não sabem a importância que tem na formação humana dos alunos.eduquem para a vida sempre.

    Comment by GLÓRIA ELISA VIEIRA — 11/04/2012 @ 20:28

  9. Rita , nossa terra está mudando através de pessoas que a amam,que contribuem para o seu crescimento com projetos maravilhosos como esse,em que sua grande participação se faz presente. Parabéns!

    Comment by Nezita Miranda — 11/04/2012 @ 21:34

  10. Parabéns a professora,aos alunos e a todos que aderiram a este projeto.A obesidade vem crescendo muito e precisamos de conscientizar nossas crianças de cuidarem melhor da saúde e do futuro delas.

    Comment by Maria do Rosário Rivelli — 12/04/2012 @ 07:24

  11. Parabéns por mais um belo projeto, que certamente levará os alunos a uma vida com hábitos mais saudáveis.

    Comment by Maurício Rangel — 12/04/2012 @ 08:17

  12. Parabéns,professora Rita de Cássia e a todos que estarão envolvidos nesse projeto maravilhoso.não deixem de publicar os resultados ,para incentivar outras Escolas.realmente muito bom.

    Comment by .Valéria Farias Gomes — 12/04/2012 @ 11:55

  13. Maravilha de projeto!!!!!Parabéns!!!bom saber que tem professores que se preocupam com nossos filhos de verdade.

    Comment by ANA MARIA VIANNA — 12/04/2012 @ 14:48

  14. Já dizia os antigos que a saúde começa pela boca. Parabéns professora Rita!! Nossa Rio Espera necessita de uma geração com hábitos salutares ao corpo e ao meio ambiente e a escola tem desempenhado esse importante papel.

    Comment by Fabrício Miranda — 12/04/2012 @ 19:54

  15. o projeto e maravilhoso temos que nos preocupar com a alimentaçao dos nossos alunos.

    Comment by neusa vilas boas de rezende — 12/04/2012 @ 22:57

  16. Belo projeto.Responsáveis pela educação da nossa amada Minas Gerais,divulguem-no em todas as escolas.Parabéns professora Rita de Cássia.Obesidade é doença.Vamos trabalhar a reeducação alimentar nas escolas.com certeza toda sociedade saírá ganhando com isso.

    Comment by ANA BTENCOURT AMARAL — 13/04/2012 @ 11:46

  17. Parabéns professora Rita de Cássia pelo belo projeto.que outras escolas sigam o exemplo.Através de uma alimentação saudável se consegue afastar a obesidade melhorar a qualiddade de vida de todos.

    Comment by Vera Lúcia Maciel — 13/04/2012 @ 15:20

  18. Achei super interessante o projeto,penso que deveria ser repassado,divulgado…
    Parabéns

    Comment by rosania — 14/04/2012 @ 12:54

  19. Parabéns,professora Rita.Belo projeto.Se esse exemplo fosse seguido em todas as escolas,em menos de dois anos poderíamos ter uma grande quantidade de alunos deixando de ser obesos,e outros tantos que jamais conheceriam a obesidade.como melhoraria a qualidade de vida de todos e quanta economia na área da saúde.

    Comment by FERNANDO VIEIRA SOUZA — 14/04/2012 @ 17:53

  20. Parabèns,prof.Rita e a todos que participarão desse belo projeto.que ele seja divulgado e trabalhado nas escolas de Minas Gerais e por que não em todo Brasil.Uma ação tão simples,que pode mudar a qualidade de vida de muitos.saúde em primeiro lugar,sempre.

    Comment by Prof.Paula Guimarães. — 17/04/2012 @ 09:54

  21. PARABÉNS PROFESSORA RITA, POR SUA INICIATIVA!!! TENHO MUITO ORGULHO DE VOCÊS, QUERIDOS PROFESSORES E ALUNOS DESTE EXEMPLO DE ESCOLA DE RIO ESPERA. CONTEM SEMPRE COMIGO.
    GRANDE ABRAÇO,
    TÂNIA BICALHO

    Comment by Tânia Bicalho — 18/04/2012 @ 14:19

  22. GRAÇAS A deus esse tema sobre REEDUCAÇÃO ALIMENTAR E PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA vem sendo trabalhado nas aulas de educação fisica…parabéns pelo trabalho..

    Comment by susana porto — 22/04/2012 @ 15:29

  23. NOSSA!QUANTA ALEGRIA EM VER TANTOS COMENTÁRIOS POSITIVOS SOBRE MEU PROJETO CINTURA FINA.QUE REALMENTE ELE POSSA AJUDAR ALUNOS E FUNCIONÁRIOS DA NOSSA ESCOLA A FAZER UMA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR,ADQUIRINDO ASSIM MAIS SAÚDE.MUITO OBRIGADA HUDSON,QUE RECEBEU TÃO CARINHOSAMENTE MEUS EMAILS NA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS.MUITO OBRIGADA TAMBÉM À CANTORA E NUTRICIONISTA TÂNIA BICALHO CUJO CD MPN CONTRIBUIU PARA MOTIVAR E INCENTIVAR NOSSOS ALUNOS A SE INTERESSAREM PELO VALOR NUTRICIONAL DOS ALIMENTOS.VALEU GENTE,VALEU MESMO.

    Comment by RITA DE CÁSSIA CAMPOS MIRANDA — 24/04/2012 @ 12:25

  24. Parabéns professora Rita pelo maravilhoso projeto.Parabéns à escola e à cidade.

    Comment by Lúcia Freitas — 24/04/2012 @ 13:17

  25. Adorei seu trabalho,parabéns pela iniciativa.Como consigo um livrinho deste?
    Sou estudante do 6 período de nutrição e tenho interesse em adquirir material referente á alimentação saudável.

    Comment by katia rosane — 08/07/2012 @ 03:11

  26. OLÁ KÁTIA ROSANE! OBRIGADA PELO COMENTÁRIO.ESTE LIVRO VEM ACOMPANHADO POR UM CD -MÚSICA POPULAR NUTRITIVA-MPN É DA CANTORA E NUTRICIONISTA TÂNIA BICALHO.ELA É DE JUÍZ DE FORA-MG.GOSTARIA DE RESSALTAR QUE JÁ TEMOS INSCRITOS NO PROJETO QUE PERDERAM ATÉ 9 KG,SÓ SEGUINDO AS DICAS DAS NUTRICIONISTAS.

    Comment by RITA DE CÁSSIA CAMPOS MIRANDA — 10/08/2012 @ 23:05

  27. GENTE,O PROJETO CINTURA FINA FOI UM DOS ESCOLHIDOS PARA PARTICIPAR DO 1º CONGRESSO DE PRÁTICAS EDUCACIONAIS DE MINAS GERAIS.TIVE O PRAZER DE APRESENTÁ-LO PARA TANTOS EDUCADORES E DE PODER TAMBÉM TER CONHECIDO OUTRAS BOAS PRÁTICAS DE TANTOS EDUCADORES COMPROMISSADOS EM FAZER COM AMOR TUDO QUE PUDEREM EM PROL DOS VERDADEIROS FAROIS DA ESCOLA:OS ALUNOS.

    Comment by RITA DE CÁSSIA CAMPOS MIRANDA — 31/10/2012 @ 11:33

  28. Parabéns, esse é mais um dos projetos que precisam ser bem divulgados. Se cuidarmos de nossa alimentação e praticarmos atividades físicas não precisaremos estar visitando consultório médico ainda adolescentes por causa de colesterol e pressão arterial. Seu corpo e seu bolso agradece.

    Comment by Rosimere Freitas — 31/10/2012 @ 13:09

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades