Viagem pelo mundo das profissões – E. E. Juscelino Kubitschek de Oliveira

30/09/2009

Sacos pretos, bolas de plásticos, papel e muita criatividade. Quem passasse pelo túnel construído pelos alunos da E. E. Juscelino Kubitschek de Oliveira, poderia encontrar os planetas, as estrelas o sol e curiosidades sobre os mistérios e as descobertas que envolvem o trabalho do astrônomo e do astronauta. “Existe muita coisa ainda que a gente ainda não sabe. Tudo o que está relacionado a descobertas me admira. O que vai acontecer?. Será que existe vida em outro planeta?”, questiona Amanda Cristina Pereira Santos, aluna do Ensino Médio e uma das pesquisadoras sobre os profissionais ligados à astronomia.

Estudante se veste de astronauta para falar sobre espaço

Estudante se veste de astronauta para falar sobre espaço

Sem precisar ir muito longe, ou até mesmo sair da escola, quem visitou a “Feira de Cultura – JK” no último sábado (26/09) pode conferir em 25 estandes o trabalho e as curiosidades dos mais variados profissionais do mercado, como o nutricionista, o dentista, o paleontólogo. “Há outras profissões, por exemplo, como os vendedores, cabeleireiros, que são atividades mais voltadas para a comunidade, para ter uma interação maior com ela”, pontua Daniela Martins, professora de Química.

O tema profissões é trabalhado pelos alunos e professores desde o início do ano. A Feira é a culminância do projeto. Em um dos estandes a atividade comentada foi a de um profissional pouco conhecido: o Espeleólogo. Se o nome assusta, a definição é simples. “É aquele que estuda as cavernas e as grutas”, conceitua Ivan Maulaz Silva, aluno do Ensino Médio.

Na era da informática, o profissional da Ciência da Computação também teve o seu espaço. Alunos e professores do 8º ano do Ensino Fundamental explicaram o perfil de quem exerce essa atividade dinâmica e globalizada. “Eu dividi a turma em grupos, sendo que cada grupo ficou responsável por uma pesquisa. Os alunos pesquisaram um pouco sobre a história da computação, como e onde surgiu”, comenta a professora de Língua Portuguesa, Mércia Marques de Araújo.

quadra 2

Visitantes lotaram a quadra da escola

Escola de Tempo Integral

A E. E. Juscelino Kubitschek de Oliveira, que tem 1383 alunos, participa de dois projetos da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais: “Escola Viva, Comunidade Ativa” e “Escola de Tempo Integral”. Os participantes do “Escola de Tempo Integral” mostraram no estande os profissionais que exercem atividades perigosas. “Geralmente a gente tem como profissão perigosa a do policial. Só que os próprios meninos falaram: mas, e o médico, na hora em que ele está operando? É um perigo ele ter a vida na mão dele. E também o motorista de táxi, que não sabe o passageiro que leva”, explica Ana Paula de Jesus Gonçalves, professora do “Escola de  Tempo Integral”. O projeto atende 50 alunos em dois turnos.

Você está procurando emprego?

Se o leque de profissões é grande, por que não criar um estande com oferta de vagas? Pensando nisso, a turma de Janaína Batista da Silva disponibilizou, para alunos do Ensino Médio e visitantes da Feira de Cultura, um teste vocacional gratuito e indicações de vagas para estágio e emprego. “A gente fica sabendo muita coisa. Eu mesmo não sabia de tantas oportunidades que o jovem tem”, conta a estudante, com base na pesquisa que fez com a turma para a Feira.

Nesse mundo de dicas e curiosidades, quem visitou o evento não saiu desinformado. “Eu adorei, achei a feira muito organizada. Os alunos sabiam explicar direitinho. Eu aprendi sobre uma coisa que eu nem imaginava que existia, o torresmo de soja”, comenta Erci de Jesus dos Santos, mãe de uma aluna da escola, ao sair do estande da gastronomia.

Para a diretora Fátima Chalub, o tema das profissões veio para celebrar uma mudança de pensamento dos alunos da escola. “Antes a gente fazia uma faixa com nomes de três, quatro alunos aprovados no vestibular. No ano passado, eu fiz uma com 27. O crescimento foi enorme. Eles começam a perceber que também têm um lugar ao sol, que têm competência para isso, que vale a pena investir”, avalia.

Postado em: Uncategorized — admin @ 11:38

6 Comentários »

  1. Obrigado pela matéria feita sobre minha escola-JK.

    Comment by Sanzin — 06/10/2009 @ 11:51

  2. Vlw Pela Materia… Amei. JK ♥

    Comment by Juuh — 08/10/2009 @ 20:55

  3. Parabenizo a todos pela divulgação dos trabalhos realizados pelas escolas e principalmente ao redator desta reportagem que ficou muito interessante. Diante de um universo de informações, ele soube fazer um recorte bastante objetivo da nossa feira de cultura, sem prejuízo de conteúdo.

    Comment by Mércia Marques — 08/10/2009 @ 21:54

  4. valew pela materia!s2 Amei completamenteeee

    I JK sz

    Comment by Taty .-. — 20/10/2009 @ 19:13

  5. - obrigao por publicar a feira de cultura da minha escola ..

    Comment by Barbara — 25/10/2009 @ 00:13

  6. JK melhor escola ❤❤

    Comment by estephany augusta — 15/06/2016 @ 10:44

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades