Foto: Escola promove festa de carnaval para alunos

24/02/2012

                 
Postado em: Escola bem na Foto — geaninenogueira @ 14:14

Cultura musical é trabalhada com filmes no Conservatório de Varginha

Durante o ano de 2012, a população de Varginha, no sul do estado, vai poder ampliar sua bagagem musical. Com o projeto ‘Cinema no Conservatório Estadual de Música de Varginha’, o Conservatório Estadual de Música Marciliano Braga, busca levar a educação musical à comunidade. Com o auxílio de vídeo de orquestras e documentários musicais, a escola quer realizar um passeio pela história e grandes nomes da música. Nesta sexta-feira (25/02), a apresentação será às 19 horas, no auditório do Conservatório. Os participantes vão aprender um pouco sobre a música do compositor e maestro italiano, Claudio Giovanni Antonio Monteverdi (1567-1743).

“O material faz parte de um acervo que construí ao longo da minha carreira musical. Sou formado em contrabaixo acústico e já trabalhei na Universidade do Estado de Minas Gerais. Durante minhas aulas costumava apresentar os vídeos para os meus alunos. Também pretendo utilizar materiais disponíveis na web que já se tornaram domínio público”, explica o professor e vice-diretor do Conservatório, Lúcio Gomes.

Alunos do Conservatório de Varginha e comunidade local vão aprender música com o auxílio do cinema. Foto: Arquivo do CEM Varginha

O projeto começou como piloto, na última sexta-feira (17/02), com a apresentação do ‘Concerta Brandeburgo nº 1 em FA de Johann Sebastian Bach’. Durante a exibição que foi assistida por 50 alunos da escola de música, o professor realizou comentário sobre o trabalho do músico alemão nascido no século XVII. “Hoje, na segunda edição do projeto, também vamos exibir outro vídeo para alunos do Conservatório, mas a expectativa é que nas próximas semanas a comunidade também esteja participando”, explica o vice-diretor.

As apresentações do ‘Cinema no Conservatório Estadual de Música de Varginha’ ocorrem todas as sextas-feiras, às 19 horas. Interessados em mais informações sobre o projeto podem enviar e-mail para o endereço: cemvadirecao@gmail.com.

Conservatório

O Conservatório Estadual de Música Marciliano Braga atende  cerca de 2 (dois) mil alunos, com a oferta de cursos de violão, piano, teclado, flauta, guitarra, contra baixo, sax, canto e violino. As aulas são realizas nos turnos da manhã, tarde e noite e o horário de funcionamento do Conservatório vai de 7 às 22h30.

Postado em: Escola é Manchete,Uncategorized — hudsonmenezes @ 10:03

Escola de Jordânia faz resgate das marchinhas e da história do carnaval

17/02/2012

Em clima de carnaval, a Escola Estadual de Jordânia, localizada no município de mesmo nome, está fazendo um resgate cultural. Os estudantes pesquisaram sobre a história da festa, as marchinhas e por fim, criaram máscaras e adereços que além de enfeitar a escola vão ser utilizadas em um desfile de fantasias. A festa faz parte do projeto’ Carnaval: Educação Folia’.

“A festa acontece todos os anos e tem por objetivo mostrar para os alunos a importância do carnaval para a cultura. Pretendemos fazer o resgate da identidade de uma festa tipicamente brasileira, por meio de pesquisas e construção de adereços”, ressalta o diretor da escola, Côncio Mário de Almeida Gobira.

Estudantes e professores preparam a escola para o desfile de fantasias e para o baile de carnaval. Foto: Arquivo Escola

Durante o desfile, cada sala será representada por um casal de alunos. Ao todo, 20 casais irão desfilar e os três primeiros colocados serão premiados. As melhores fantasias serão julgadas por um jurado composto por professores e representantes da comunidade escolar.

O estudante do 3º ano do ensino médio, Ykaro de Jesus Ferreira, já participou de outras edições do projeto e conta o que mais gosta. “A iniciativa é boa e diverte os alunos. Na cidade não tem carnaval e nós acompanhamos só pela televisão. Para a realização do projeto, montamos as fantasias e fizemos máscaras. O que eu mais gosto são as músicas, porque não conhecia”.

Festa é tradicional na escola e tem o objetivo de resgatar a cultura do carnaval. Foto: Arquivo Escola

Após o desfile será realizado um baile carnavalesco envolvendo toda a comunidade escolar. A festa acontece nesta sexta-feira (17-02) a partir das 18 horas, na própria escola.

Postado em: Escola é Manchete — geaninenogueira @ 15:40

Escola tradicional de Belo Horizonte ganha ares da atualidade

O espaço é um dos mais tradicionais e traz consigo muitas histórias da educação em Minas. A Escola Estadual Governador Milton Campos, popularmente conhecida como Estadual Central, completa 158 anos em março. Para celebrar a data, a instituição passou por uma reforma na rede física, com a pintura de uma de suas unidades. “Nós realizamos a pintura da unidade 1, que é a mais antiga, por meio de uma parceria com o Minas Tênis Clube. A reforma atingiu quase 60 salas, entre salas de aula e parte administrativa, e os banheiros. As grades das rampas de acesso às salas de aula também foram retiradas, o que era uma demanda antiga de nossos alunos. Todas essas mudanças já estavam prontas quando as aulas iniciaram”, comenta o diretor.

Com recursos da Secretaria de Estado de Educação (SEE), do Governo Federal e da própria escola, foi possível a aquisição de três projetores multimídias, dois computadores e dois home theaters para as salas de vídeo. A outra unidade do Estadual Central passou por uma reforma geral há dois anos. As obras foram realizadas pela SEE e o investimento foi de mais de 500 mil. Também por meio de outra parceria, a escola vai colocar ventiladores em 30 salas de aula vão contar com ventiladores.

As transformações não param por aí. No mês do aniversário, os quatro mil alunos, professores e funcionários que circulam pela escola vão ter acesso às notas, materiais de apoio pedagógico, história e projeto pedagógico da escola no site (www.colegioestadualcentral.com.br) que passa por reformulações. É a tradição que vai ao encontro dos recursos tecnológicos do mundo atual. “Desta forma, vamos deixar nossa escola mais transparente, acessível e, realmente, inserida no século XXI que é o século das tecnologias virtuais”, aponta o diretor.

 

Para a estudante do 2º ano do ensino médio, Izabela Caroline Moreira de Assunção, de 15 anos, a ideia do site vai contribuir muito para os estudantes da escola. “Acho que vai facilitar muito a vida dos alunos, até porque muitos dos estudantes da escola não moram por aqui. Então, ter que comparecer ao colégio apenas para pegar a nota é um pouco complicado”, comenta a estudante.

Outra mudança que a escola traz para o ano de 2012 está relacionada ao uniforme. O novo modelo também é branco, com borda em tom azul e a logomarca é o auditório da instituição. A mudança foi feita com após um concurso, em que os estudantes apresentaram suas propostas para a nova logo, em substituição à antiga, que retratava um auditório estilizado.

“Eu achei o uniforme muito legal. É diferente e traz um dos símbolos da escola que é o nosso auditório” ressalta a estudante do 2º ano do ensino médio, Karen Barbosa Rocha, de 15 anos.

A história em números

Foi em Ouro Preto, no ano de 1.854, que o Estadual Central começou suas atividades. No ano de 1.897, passou a funcionar em Belo Horizonte, com a transferência da capital mineira. Após passar por alguns endereços na cidade, a escola atende atualmente no bairro de Lourdes. O colégio funciona em duas unidades, separadas por uma rua, a Antônio de Albuquerque. Uma das unidades é obra do arquiteto Oscar Niemeyer e foi inaugurada em 1.956. A estrutura do prédio tem o formato de elementos que remetem a sala de aula. O auditório tem como base o mata borrão, objeto utilizado antigamente para tirar o excesso da tinta das canetas; a caixa d’água se assemelha a um giz; a cantina tem o formato de uma borracha; e o espaço das salas de aula e área administrativa têm a forma da régua T, muito utilizada na engenharia.

Com 110 turmas do ensino médio, 3.500 alunos, um quadro de 178 professores e 110 funcionários a escola mostra que sua grandiosidade não está apenas na história da educação no estado. Três salas de vídeo, dois de informática, sete quadras poliesportivas, uma piscina e um teatro com capacidade para 350 pessoas integram a rede física da instituição.

“A experiência de estudar aqui tem sido muito legal, pois convivo com pessoas bem diferentes uma das outras. Procuro ter amizade com todo mundo, um pouquinho de cada grupo. As pessoas são de várias regiões da cidade”, aponta a estudante do 3º ano do ensino médio, Amanda Carolina Alves de Oliveira Gonçalves, de 17 anos.

Postado em: Escola é Manchete — guilhermebrasil @ 09:58

AGENDA: Em clima de carnaval, escola de Jordânia faz resgate das antigas marchinhas

14/02/2012

Com o objetivo de resgatar as antigas marchinhas de carnaval e mostrar para os estudantes como era o carnaval há alguns anos, a Escola Estadual Jordânia, localizada no município de mesmo nome, irá realizar o ‘Projeto Carnaval: Educação Folia’. Para abrilhantar a festa, os alunos estão organizando, junto com os professores, um desfile de fantasias. Após o desfile será realizado um baile carnavalesco envolvendo toda a comunidade escolar.

O tema da festa, que irá acontecer na própria escola, será ‘Contando a história do carnaval brasileiro’. O evento será no dia 17 de fevereiro, a partir das 18 horas.

Postado em: Uncategorized — geaninenogueira @ 17:34

Expectativas dos alunos e professora marcam a volta às aulas nos Conservatórios Estaduais de Música

13/02/2012

Com a volta às aulas, que aconteceu na última segunda-feira (06-02), a rede estadual de ensino ganhou mais sons. Junto com as escolas, os 12 Conservatórios de Música de Minas Gerais também retornaram às atividades e receberam os alunos para mais um ano repleto de música. A expectativa dos estudantes para o ano letivo que se inicia é de aprender cada vez mais.

“A minha expectativa é que o ano seja muito bom, que eu aprenda bastante e que possa fazer muitas apresentações”, ressalta a aluna do curso técnico em Guitarra, Samantha Meduneckas, de 13 anos. É o segundo anos que a estudante participa do curso no Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capareli, em Uberlândia.

No Conservatório de Uberlândia, estudantes retornaram às aulas animados. Foto: Arquivo Escola

Segundo a diretora do Conservatório, Mirtes Guimarães, nos primeiros dias é feita a apresentação da escola para os alunos. “Na volta às aulas, os meninos foram para a sala e tiveram uma aula de apresentação. Os alunos também fizeram atividade no pátio”. O Conservatório atende a mais de quatro mil estudantes, no curso de educação musical e nos cursos técnicos.

Já no Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi, em Uberaba, a expectativa não é apenas dos alunos, mas também da diretora Adriana Maria Pereira Rocha Batista, que inicia seu trabalho este ano. “Na primeira semana estamos acertando os detalhes. Alguns alunos e pais que não fizeram a matricula estão vindo essa semana para fazer a renovação. A volta triunfal acontece mesmo depois do carnaval”, conta.

Este ano, o Conservatório irá continuar desenvolvendo os projetos de sucesso, como o ‘Alegria de Viver’. O projeto é voltado para os alunos da terceira idade, que fazem aulas de violão, teclado e percussão.

Já a professora do Conservatório, Marta Be Vito, conta como foi a primeira semana de aula. “Primeiro eu fiz uma entrevista com os alunos para saber se eles têm alguma base musical e interesse pelos instrumentos. A primeira semana é sempre mais voltada para apresentação e para que eu possa conhecer as dificuldades dos alunos”.

O Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi atende a cerca de dois mil estudantes.

Estudantes do Conservatório de Uberaba se apresentaram, em 2011, na 3º Mostra dos Conservatórios. Foto: Arquivo Escola  

Música em Minas

Minas é o único estado do Brasil que conta com escolas de música na rede pública de ensino. São 12 Conservatórios de Música mantidos pela Secretaria de Estado de Educação. Com o objetivo de atender a diversas regiões do estado, Minas conta com escolas nas cidades de Araguari, Ituiutaba, Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro, em São João Del Rei, Juiz de Fora, Leopoldina e Visconde do Rio Banco, cidades da Zona da Mata, em Montes Claros no Norte de Minas, Diamantina no Vale do Jequitinhonha, e em Pouso Alegre e Varginha, cidades do Sul do Estado. As escolas de música atendem cerca de 30 mil alunos com a oferta de cursos técnicos

Postado em: Uncategorized — geaninenogueira @ 17:48

Projetos literários e ambientais terão continuidade em 2012, na Escola Estadual Pedro Paulo Penido

27/01/2012

Ligados nas tradições do povo brasileiro, os alunos da Escola Estadual Pedro Paulo Penido, em Belo Horizonte, desenvolvem ações que têm como foco o Folclore. “Os alunos têm que pesquisar sobre o folclore e entregar um portfólio onde eles vão destacar, por meio de textos e fotografias, comidas típicas, lendas e características do folclore. Eu dou algumas sugestões bibliográficas e o portfólio deve ser feito com a própria letra do aluno”, ressalta a professora do 3º ano do ensino fundamental, Joselena Magalhães Andrade. Os estudantes também são estimulados a fazer o reconto de histórias da literatura folclórica.

Estudantes fazem reconto das histórias para os colegas. Foto: Arquivo Escola

As tradições folclóricas também são apresentadas aos alunos por meio da contação de histórias feita pela professora Solange Costa. Ela é convidada a mostrar para os alunos toda a magia o folclore. O tema apresentado por ela em 2011 foi o Folclore mineiro.

Professora faz a contação de histórias folclóricas para os alunos. Foto: Arquivo Escola

Outro projeto da escola que deve ter continuidade em 2012 é o projeto Amigo Verde. A iniciativa também encanta os alunos do 3º ano do ensino fundamental e desperta neles a conscientização ambiental. “Desenvolvemos o projeto quando os alunos estão estudando as plantas e os vegetais. Eles fazem um amigo oculto e trocam plantinhas que são plantadas pelos próprios alunos. Nas plantinhas os estudantes colocam uma plaquinha explicando o tipo da planta e os cuidados que o colega deve ter com ela”, conta Joselena. 

Ao invés de presentes, estudantes trocam plantinhas cultivadas por eles mesmos. Foto: Arquivo Escola

O projeto Sarau de Poesia também terá continuidade. A iniciativa tem por objetivo resgatar a dramatização e o gosto pela literatura poética nos alunos. Para o desenvolvimento do projeto, os estudantes são estimulados a fazer a releitura de poesias, a criar poemas e a pesquisar sobre a biografia dos autores.

Sarau de poesia é sucesso na escola. Foto: Arquivo Escola

Postado em: Escola é Manchete — geaninenogueira @ 15:00

Foto: Poesias de estudantes viram livro em escola do Vale do Rio Doce

25/01/2012

Os alunos da Escola Estadual Vitalino de Oliveira Ruela, no município de São João do Oriente, são grandes admiradores da poesia. É que durante o ano os professores apresentam o gênero para os alunos que são incentivados a criar seus próprios textos. Em 2012, a escola continuará promovendo o saral, que conta com produções de escritores renomados e dos próprios alunos. São trabalhados diferentes temas, como o lugar onde vivem, o que é ser cidadão e a importância de se preservar a natureza.

 

Poesias dos alunos viram livro em escola do município de São João do Oriente. Foto: Arquivo escola

Ao produzir as redações, os professores selecionaram as melhores poesias. Os três melhores textos escritos por alunos do ensino fundamental e os três melhores do ensino médio são premiados. Já durante o saral os estudantes que declamarem melhor seus textos também são premiados. As melhores poesias escritas pelos alunos são publicadas em  um livro .

Projeto ‘Natal Solidário’ também terá continuidade em 2012. Foto: Arquivo Escola

Outra atividade da escola que deverá ter continuidade em 2012 é o ‘Natal Solidário’, atividade na qual cada turma, coordenada por um professore, adquire cestas básicas de alimentos. Os produtos são encaminhados a famílias carentes.

Postado em: Escola é Manchete — geaninenogueira @ 17:00

Em 2012, passeios interdisciplinares farão parte da rotina dos alunos da Escola Estadual Delfim Moreira

12/01/2012

O ano letivo de 2012 reserva para os estudantes da Escola Estadual Delfim Moreira, no município de Virgínia, muita agitação. A escola continuará desenvolvendo projetos que têm por objetivo a socialização dos alunos, como os passeios de bicicleta, as visitas a pontos turísticos da cidade e a participação em atividades promovidas pelo município.

Passeio de bicicleta

De bicicleta, estudantes visitaram quatro bairros da cidade. Foto: Arquivo Escola

“Todos esses projetos proporcionam aos alunos uma integração muito boa. Eles se envolvem muito e algumas vezes consigo levar os pais de alunos e servidores da escola”, ressalta a diretora da escola, Dalva Maria de Alkimim.

Entre os passeios realizados, em 2011, está o passeio de bicicleta no qual os alunos percorreram quatro bairros do município.  Os estudantes também visitaram o ‘Pico da Fortaleza’, ponto turístico da cidade que apresentou para os alunos um vista deslumbrante.

Gincana

Já para 2012, os estudantes fizeram uma enquete para decidir quais lugares irão visitar ao longo do ano. Segundo a diretora a idéia é montar um calendário de passeios que atenda a todos os estudantes.

Outra iniciativa que terá continuidade em 2012 é a participação da escola na Gincana Interescolar do Sul de Minas. Em 2011, a escola faturou o 4º lugar.

Postado em: Escola é Manchete — geaninenogueira @ 17:12

Foto: Gincana e passeios marcaram o ano de 2011 em escola de Itajubá

11/01/2012

Na Escola Estadual Coronel Casimiro Osório, em Itajubá, diferentes ambientes da cidade são utilizando no aprendizado dos alunos.  Nas aulas de passeio pelo bairro, os alunos têm a oportunidade de trabalhar temáticas, como sustentabilidade, reciclagem e coleta seletiva de lixos. Os estudantes também desenvolveram diferentes atividades culturais, como a atividade que teve por objetivo a descoberta de novos talentos.

Foto certa

 Durante os passeios os estudantes trabalharam diferentes temáticas. Foto: Arquivo Escola

3

Além das visitas pelo bairro, os estudantes tiveram a oportunidade de participar de passeios culturais como a visita ao Museu de Arte de São Paulo. Foto: Arquivo Escola

Gincana

A escola também desenvolveu uma gincana interdisciplinar que contou com o empenho dos alunos e professores que se caracterizaram para cumprir diferentes provas. Foto: Arquivo Escola

Postado em: Escola é Manchete — geaninenogueira @ 15:07

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades