Termina nesta sexta encontro de GDP's do Peas Juventude

26/11/2009

Termina no dia 27 de novembro o encontro dos Grupos de Desenvolvimento Profissional (GDP’s) do Programa Educacional de Atenção ao Jovem (PEAS Juventude), da Secretaria de Estado de Educação. O encontro acontece no Hotel Fazenda Canto da Siriema, em Jaboticatubas, e reune 650 professores de todo o estado para apresentar os trabalhos que desenvolvem nas escolas estaduais de Minas Gerais. Nos dias 26 e 27 de novembro a reunião é dos grupos da temática Mundo do Trabalho e Perspectiva de Vida. Já se reuniram professores de outras duas temáticas: Afetividade e Sexualidade e Juventude e Cidadania.

O Peas Juventude é um projeto complementar da Secretaria de Estado de Educação e viabiliza projetos que tem como foco o protagonismo juvenil. O objetivo central é a promoção do desenvolvimento pessoal e social do adolescente através de ações de caráter educativo e participativo. A reunião dos GDP’s é uma oportunidade para os professores integrantes de cada grupo apresentarem as atividades que coordenam, trocar experiências com outros grupos, além de traçar metas para os próximos anos em relação aos projetos.

Postado em: Uncategorized — admin @ 14:19

E.E. Mestre Candinho ganha prêmio ambiental pela quarta vez consecutiva

A Escola Estadual Mestre Candinho já se tornou referência em questões ambientais na cidade de Cordisburgo. Atuante na área ambiental, a escola vai receber, no dia 26 de novembro, pela quarta vez consecutiva, o prêmio do Programa Semeando na categoria “Melhor experiência pedagógica da região de Sete Lagoas”. Organizado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MG), o programa incentiva a educação ambiental em escolas da rede pública e premia os melhores trabalhos desenvolvidos no estado. Este ano, o Semeando esteve presente em 10.732 escolas dos 853 municípios mineiros e atingiu quase três milhões de alunos. O tema enfocado em 2009 foi Sustentabilidade e Meio Ambiente. A escola conseguiu envolver alunos, pais e comunidade para dar dicas de boas práticas.

Sacolas e bolsas confeccionadas com sacolas plásticas de supermercado

Sacolas e bolsas confeccionadas com sacolas plásticas de supermercado

Com o título “De mãos dadas com a vida”, o projeto da unidade promoveu diversas ações de conscientização na cidade de Cordisburgo, desde um teatro com o tema sustentabilidade até uma blitz ecológica, na qual os estudantes distribuíram botons, panfletos com mensagens ambientais, sementes, além de uma sacolinha batizada de “Lixocar”, para evitar que os motoristas jogassem pela janela o lixo que produziam no carro. A partir de uma parceria com a rádio Cordis, da região, os estudantes conseguiram gravar programas curtos com dicas ambientais e de prevenção contra a dengue.  De acordo com a coordenadora do projeto deste ano, a professora Judite Aparecida Xavier Silva, mais importante que as ações é a consciência ambiental que os alunos adquirem com os trabalhos. “Através das crianças, a gente educa os pais. Eles comentam que, de fato, mudam de atitude em casa. Depois do programa Semeando eles ficam mais envolvidos e criam uma consciência legal”, explica.

Estudantes fazem desfile de roupas recicladas

Estudantes fazem desfile de roupas recicladas

Uma das mais sintonizadas com o tema sustentabilidade e meio ambiente foi a turma de 4º ano da professora Janine de Jesus Diniz Oliveira. Ao longo do ano, ela trabalhou formas de reaproveitar materiais que certamente iriam para o lixo em casa, tal como o óleo de cozinha. Os alunos levaram o óleo usado de casa, e a professora ensinou a eles como fazer sabão. “Foi uma novidade para as crianças, que nunca imaginaram que óleo poderia virar sabão. E nós fizemos o processo desde o início, até o patchuli, para dar o cheiro, nós colhemos”, conta a professora. Outra dica na aula de Janine foi na culinária. A professora deu a receita de como fazer molho e doce com a parte branca da melancia. As aulas práticas deixaram os estudantes mais interessados no tema. “Cada dia para eles era diferente. Eles gostaram de sair de sala de aula e experimentar coisas novas”, garante a professora.

Estudantes em volta da barra de sabão feita a partir de óleo de cozinha

Estudantes em volta da barra de sabão feita a partir de óleo de cozinha

Referência em meio ambiente

Os trabalhos anteriores da Escola Estadual Mestre Candinho deixaram marcas na cidade de Cordisburgo. O primeiro prêmio ganho pela escola foi em 2006, quando os estudantes trabalharam com a questão da qualidade da água. Naquele ano, as turmas fizeram redações, jogos educativos para conscientizar os moradores e até colheram amostras para determinar a qualidade da água na cidade. Em 2007, o trabalho ressaltou a importância da vegetação do cerrado. A escola se mobilizou para estudar a vegetação típica desse ecossistema, a tradição oral dos moradores do cerrado e fizeram excursões para promover a interação com o homem do campo, nas quais aprenderam sobre a feitura da rapadura e do queijo.

Oficina de confecção das latas de lixo feitas a partir de galões de suco

Oficina de confecção das latas de lixo feitas a partir de galões de suco

No ano passado, a escola se engajou na realização de um dos trabalhos mais abrangentes já realizados. Sob orientação da professora Élida Maria da Silva Trombini, o projeto envolveu 580 pessoas e teve o intuito de conscientizar sobre a importância da reciclagem. Com o título “Cuide do mundo começando por você”, o projeto promoveu excursões a lixões da cidade, confecção de sacolas retornáveis, a organização de uma feira gastronômica, entre outras ações. Uma das atividades mais chamativas foi a montagem de lixeiras retornáveis. Usando embalagens de suco, os estudantes fizeram as lixeiras e as colocaram em pontos estratégicos da cidade. Estudante do 5º ano, Júlia Ribeiro de Souza participa, em 2009, do seu segundo projeto ambiental na escola. Depois de tantas ações, Júlia já tem, na ponta da língua, a maior lição que tirou dos projetos. “Eu aprendi que e a gente tem que cuidar do planeta porque as crianças de hoje vão ser os adultos do amanhã. Até com os meus pais eu falo. Digo que a gente não deve poluir, não pode jogar lixo no chão, gastar água e outras coisas”, ensina a estudante.

Estudantes da E.E. Mestre Candinho sempre buscam a atenção dos moradores de Cordisburgo nas ações ambientais

Estudantes da E.E. Mestre Candinho sempre buscam a atenção dos moradores de Cordisburgo nas ações ambientais

Inspiração no ex-aluno mais ilustre

Os projetos ambientais da Escola Estadual Mestre Candinho são coordenados por uma professora diferente a cada ano, mas envolvem toda a escola. Além da cooperação, outro ponto importante do trabalho é a inspiração buscada nos textos de João Guimarães Rosa. O grande nome da literatura brasileira foi estudante da escola, e hoje suas frases servem de estímulo para o desenvolvimento dos projetos. A cada ano, uma nova frase-tema é escolhida. Em 2007, por exemplo, o trabalho sobre o cerrado foi desenvolvido com afinco pelos estudantes, mas a lição sobre conscientização ficou por conta de uma das frases de Guimarães Rosa, que tanto utilizou o ecossistema do cerrado nos seus textos:

“O mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando”

Este ano, outra frase de Guimarães Rosa foi utilizada para incentivar o trabalho ambiental dos estudantes da E.E. Mestre Candinho: “… cachoeira é barranco de chão, e de água se caindo por ele, retombando; o senhor consome essa água ou desfaz o barranco, sobra cachoeira alguma?”

Postado em: Uncategorized — admin @ 11:19

SEE divulga a relação dos professores selecionados para o curso de História e Cultura Afro-Brasileira

Já está disponível a lista dos professores da rede estadual de ensino aprovados no processo de seleção do curso de capacitação em História da África e cultura Afro-Brasileira oferecido pela SEE-MG em parceria com a UFMG. O curso tem como objetivo principal proporcionar aos educadores formação para a diversidade étnico-racial, possibilitando a aplicação, durante as aulas ministradas, do conhecimento adquirido.

Os professores selecionados deverão entregar na Diretoria de Temáticas Especiais – DITE/SEE-MG, entre os dias 7 a 11 de dezembro, na Av Amazonas 5855, Bloco C, Ala E, Sala E9, das 9 às 16 horas, o Termo de compromisso Ficha de matrícula devidamente preenchidos. Após este período, os professores excedentes serão convocados para ocupar as vagas remanescentes, devidamente preenchidos. Após este período, os professores excedentes serão convocados para ocupar as vagas remanescentes.

O curso, com carga horária de 180 horas/aula, tem início previsto para 6 de março 2010. A capacitação será gratuita, devendo o candidato selecionado arcar apenas com as despesas de alimentação e transporte. Em caso de dúvidas, enviar email para tematicas.afrominas@educacao.mg.gov.br outematicas.campo@educacao.mg.gov.br ou ligar para 3379-8555.

Confira os procedimentos para matrícula

Postado em: Uncategorized — admin @ 10:13

Alunos da rede estadual assistem à apresentação do Grupo de Teatro Armatrux

25/11/2009

Cerca de 2600 alunos e educadores do projeto Escola Viva, Comunidade Ativa, da Secretaria de Estado de Educação de Minas (SEE) vão assistir ao espetáculo “De Banda Pra Lua”, com direção de Eid Ribeiro, do Grupo de Teatro Armatrux. As apresentações vão até 27 de novembro, no Teatro do Oi Futuro Klauss Vianna, em Belo Horizonte, em duas sessões diárias, uma pela manhã e outra à tarde.  

Alunos e educadores vão assistir o espetáculo “De Banda Pra Lua”

Alunos e educadores vão assistir o espetáculo “De Banda Pra Lua”

 Da Escola Estadual Lafaiete Gonçalves, em Santa Luiza, 80 alunos vão assistir a apresentação da peça no dia 25/11. Os estudantes são do 4º, 5º e 6º anos do Ensino Fundamental.  Para o coordenador da escola, Wellington Alexander Rosa, a participação dos alunos em atividades externas auxilia na compreensão e no aprendizado. “Todo passeio do Projeto Escola Viva tem um cunho pedagógico. Isso ajuda muito nas atividades que exigem a relação entre teoria e prática”, explica o coordenador.

Espetáculo promove a interatividade com os estudantes

Espetáculo promove a interatividade com os estudantes

 A Escola Estadual Silviano Brandão, em Belo Horizonte, levou os seus alunos no primeiro dia das apresentações (24/11). “Todo mundo ficou quieto e prestou a atenção em tudo”, destaca a aluno do 5º ano do Ensino Fundamental, Yasmin Rios Teixeira. A professora de Yasmin, Kátia Miranda, vai realizar um trabalho com os alunos. Eles vão produzir texto sobre a peça, além de ilustrarem cenas do espetáculo. “Quando trabalhamos o lúdico, o conteúdo fixa mais. Com isso, conseguimos um retorno maior, além de ser mais prazeroso”, avalia a professora.

 Escola Viva

O Escola Viva, Comunidade Ativa busca proporcionar tranquilidade e as condições básicas de educabilidade no ambiente escolar para que o processo de ensino e aprendizagem aconteça. Assim, o Escola Viva propõe o desafio de repensar a escola, de modo que ele se torne mais aberta a participação da comunidade e mais inclusiva. Atualmente, esse projeto de integração atende a 502 escolas em todo o estado de Minas Gerias. Apenas na Região Metropolitana são 114 escolas.

 Grupo de Teatro Armatrux

O Armatrux é um grupo que se caracteriza por inovar no teatro de formas animadas. Surgiu em 1991 e possui 17 espetáculos, entre eles “De Banda Pra Lua. O espetáculo de 2007 conta a história de Tonico e Bié. Os dois personagens são apaixonados pela lua e os seus mistérios. Por causa disso, vivem uma história marcada por aventuras e seres que povoam o imaginário das pessoas, como São Jorge e o dragão. O grupo foi premiado pelo projeto Cena Minas, da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais em 2007 e 2008, na categoria “Formação de Público”.

Grupo Armatrux foi criado em 1991 e já estrelou 17 espetáculos

Grupo Armatrux foi criado em 1991 e já estrelou 17 espetáculos

(fotos José Carlos Paiva Secom/MG)

Postado em: Uncategorized — admin @ 17:10

E.E. Teófilo Alves comemora Dia da Consciência Negra com música

24/11/2009

O Dia da Consciência Negra ficou marcado pela música na Escola Estadual Teófilo Alves da Silva, em Esmeraldas. No dia 21, todas as 27 turmas da escola se reuniram para celebrar a data em festival de música. Os estudantes deram o tom da comemoração com músicas, apresentações de dança e de teatro que enfocaram a cultura negra e o amor. Um dos destaques da feira foram os alunos do 8º ano. Sob a batuta do professor de história Vinícius José de Souza, os jovens apresentaram a música “Sorriso Negro”. “Partimos da música e fizemos um trabalho de pesquisa. Estudamos o surgimento das favelas, o negro na sociedade, as dificuldades sociais, entre outras coisas. Agora, vamos estudar mais sobre a história do samba”, explica Vinícius, que já prepara outras aulas para discutir mais sobre a história do ritmo brasileiro.

Estudantes fazem apresentação de dança

Estudantes fazem apresentação de dança

 O diferencial da turma do professor Vinícius foi a criatividade. Para apresentar o samba “Sorriso Negro”, além de estudar a letra, os estudantes também ensaiaram para tocar. A turma montou uma banda de percussão e criou seus próprios instrumentos. Detalhe: usaram apenas materiais reciclados. “Nós pesquisamos os instrumentos do samba e confeccionamos os nossos. Usamos latas, garrafas, ferros retorcidos para os triângulos, além de outros materiais. Fizemos um som de raiz e ficou bem legal”, conta Vinícius, que ressalta a importância da atividade prática para o aprendizado dos estudantes.

Estudantes comemoram o Dia da Consciência Negra

Estudantes comemoram o Dia da Consciência Negra

 A turma do 8º ano foi apenas uma das várias atrações do festival. Segundo a diretora da escola, Avanir da Costa Alquimim, o evento promoveu a interação da instituição com a comunidade e deixou os estudantes bastante satisfeitos. “Foi um evento muito proveitoso. A comunidade veio em massa, a escola estava super lotada, e os estudantes ficaram eufóricos nas apresentações. Além disso, o tema foi importante, pois ensina os jovens a compreenderem a importância de conviver com as diferenças”, analisa. A E.E. Teófilo Alves participa do Projeto Escola de Tempo Integral e Acelerar para Vencer, da Secretaria de Estado de Educação.

Postado em: Uncategorized — admin @ 16:53

Candidatos podem consultar local de provas do Vestibular UFMG pelo telefone celular

Os candidatos que vão prestar o Vestibular 2010 da UFMG podem consultar pelo celular os locais onde farão as provas da primeira etapa. A consulta funciona por meio do sistema WAP, disponível em aparelhos que utilizam a tecnologia GSM. Para tanto, o vestibulando deve acessar o endereço eletrônico wap.ufmg.br por meio de um celular e informar seu número de controle.

 O comprovante definitivo de inscrição com os locais e horários de provas estão disponíveis também pela internet no site da Comissão Permanente do Vestibular (Copeve). Os inscritos devem imprimir o comprovante e levá-lo no dia do exame junto com a identidade. As provas da 1ª etapa do Vestibular 2010 da UFMG acontecerão no dia 29 de novembro.

Postado em: Uncategorized — admin @ 16:24

Jovens da E.E. Armando Santos levam alegria a idosos

23/11/2009

Uma das lições mais importantes aprendida pelos estudantes da Escola Estadual Armando Santos, de Araxá, é a solidariedade. Participantes do projeto “Idosos… Seremos um Dia”, os alunos do 9º ano da instituição dedicaram-se em 2009 a ajudar o Lar Ebenezer, que abriga 28 pacientes, a maioria deles idosos. Nos meses de junho e julho, os estudantes da escola se mobilizaram para arrecadar mantimentos para a instituição. Porém, mais do que a campanha de arrecadação, os pacientes do Lar gostam mesmo é da presença dos jovens. A cada 15 dias um grupo de cinco adolescentes faz uma visita à instituição para tornar o dia dos “vovôs” mais agradável.

Grupo de estudantes que faz as visitas quinzenais ao Lar Ebenezer

Grupo de estudantes que faz as visitas quinzenais ao Lar Ebenezer

Criado em 2006, o projeto promove a interação entre os jovens da escola e os idosos do Lar Ebenezer. Além de conversas, os estudantes preparam atividades práticas para os pacientes. Oficinas de pintura e dobradura, canções coreografadas e peças de teatro são algumas das surpresas quinzenais que os adolescentes reservam para as visitas. Nas datas marcantes do ano sempre há atividades especiais. “Fazemos atividades no dia das mães, dia dos idosos entre outras. Para o Natal, por exemplo, estamos preparando um teatro e os próprios alunos estão organizando uma oficina para confeccionar presentes para eles”, explicou a coordenadora do projeto, a professora Andressa Cristina Silva Nunes.

O grupo de jovens que faz visitas ao Lar Ebenezer compartilha as experiências com o resto da classe durante as aulas de formação humana. A cada ano, outros estudantes são escolhidos para atuar no projeto. Atualmente, integram o grupo os estudantes Leonardo Silva, Leonardo Henrique, Gabriela Castro, Alessandra Veríssimo, Lucimere Abadia e Lorrane Oliveira. Para os cinco, as visitas ao lar já são muito mais do que uma simples atividade escolar, tanto que, em 2010, quando saírem do projeto, eles pretendem continuar a visitar os amigos que fizeram na instituição.

Estudantes fazem oficinas de pintura, desenho e outras

Estudantes fazem oficinas de pintura, desenho e outras

“Nós cinco já combinamos de continuar as visitas depois do fim do projeto porque nos apegamos a eles. Eles nos contam sobre suas vidas, explicam como eram as brincadeiras na infância e adoram as atividades. Eu sinto como se eles fossem da minha família”, explica a estudante Alessandra Veríssimo Camelo, de 14 anos. “Eu comecei a valorizar muito mais os idosos, ainda mais porque eu só tenho uma avó. Um abraço para uma pessoa que é sozinha vale muito”, completa.

Jovens se pintam para alegriar o dia dos internos do Lar Ebenezer

Jovens se pintam para alegriar o dia dos internos do Lar Ebenezer

No Lar Ebenezer os estudantes são sempre recebidos de braços abertos. Segundo a coordenadora da instituição, Marisete Aparecida Augusto, as doações são essenciais para a manutenção do lar e só na campanha feita pela escola em outubro mais de mil itens de higiene e limpeza foram arrecadados. Marisete ressalta, contudo, que o efeito mais visível da presença dos estudantes se percebe na atitude dos pacientes. “O idoso demonstra uma carência afetiva muito grande, principalmente das pessoas mais jovens. Esses meninos demonstram uma afetividade muito grande por eles, fazem com que eles se sintam lembrados e valorizados. Eu tenho uma interna aqui que faz questão de conversar com todos sempre que eles vêm”, conta Marisete. 

Idosos relembram a infância nas atividades manuais, com o desenho

Idosos relembram a infância nas atividades manuais, com o desenho

O interno mais velho do Lar Ebenezer tem 99 anos, muitos a mais que Vicente de Paulo Carneiro, que também está internado na instituição. Com 62 anos de idade, porém, Vicente também aprecia a visita dos estudantes.  Dentre as várias atividades, ele fica com dificuldades para escolher sua favorita, mas garante que não abre mão de uma boa conversa com os jovens. “Eu acho muito importantes essas visitas. Gosto das brincadeiras, das músicas, dos teatros. Eles se dedicam muito e nos ajudam, fico ansioso para revê-los porque a gente aprende muita coisa juntos”, ressalta. A próxima visita do grupo está marcada para o dia 26 de novembro.

Postado em: Uncategorized — admin @ 16:55

UFMG exibe programas sobre Vestibular na rádio e TV

O Vestibular 2010 da UFMG terá programação especial na TV UFMG e Rádio UFMG Educativa. No quadro “Coluna Vestibular”, do programa Circuito UFMG, os coordenadores da Comissão Permanente do Vestibular (Copeve) vão tirar dúvidas dos candidatos sobre o concurso. Já no quadro “Vestibular sem dúvida”, do Jornal UFMG, a coordenação da Copeve responde questões da primeira etapa do concurso.

 O Circuito UFMG é veiculado pela TV UFMG, canal 12 da Net e canal 14 da Oi, todos os dias às 19h45, com reprise às 22h45. Já o Jornal UFMG vai ao ar às 12h30, de segunda a sexta-feira, na rádio UFMG Educativa, frequência 104,5 FM, ou pelo site www.ufmg.br/radio. No Jornal UFMG os candidatos também podem acompanhar, até o dia 27 de novembro, uma série de reportagens sobre os novos cursos oferecidos no Vestibular.

Postado em: Uncategorized — admin @ 08:47

Clube da Esquina é homenageado por alunos da rede estadual no Palácio das Artes

21/11/2009

A Orquestra Brasileira de Minas Gerais, composta por alunos da Escola Estadual Padre João Botelho e Escola Estadual Engenheiro Francisco Bicalho, se apresenta no próximo dia 25 de novembro, no Grande Teatro do Palácio das Artes – Belo Horizonte. No evento, que acontece às 20h30, será feita uma homenagem ao Clube da Esquina, com a participação de Toninho Horta, Tavinho Moura e Lô Borges.  O evento é gratuito, mas os interessados deve retirar o voucher nas lojas TIM da Savassi, av. Afonso Pena e BH Shopping.

 A orquestra faz parte do projeto TIM Música nas Escolas, uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE), a Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte e a TIM. As escolas da rede estadual que integram o TIM Música nas Escolas fazem parte do Projeto Escola Viva  da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais.

 

Informações:

 Palácio das Artes – av. Afonso Pena, 1537, Belo Horizonte –MG. Telefone: (31) 3236-7400.

Postado em: Uncategorized — admin @ 11:00

UFMG oferece curso de capacitação para professores de matemática

Estão abertas até o dia 05 de janeiro de 2010 as inscrições para o 17º Módulo do Programa de Atualização para Professores de Matemática do Ensino Médio. O curso é ofertado gratuitamente pelo Departamento de Matemática do Instituto de Ciências Exatas (Icex) da UFMG em parceria com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e oferece 100 vagas. As aulas vão acontecer entre os dias 25 e 29 de janeiro do ano que vem na UFMG em período integral – manhã e tarde.

O curso será realizado em módulos independentes e abordará matérias dos três anos do Ensino Médio e dos dois anos finais do Ensino Fundamental. No período da manhã os professores vão ter aulas teóricas, que serão ministradas no Impa, no Rio de Janeiro, e transmitidas para a UFMG pelo sistema de teleconferência, em tempo real. Na parte da tarde as atividades serão práticas. Os conteúdos trabalhados constam no livro Matemática do Ensino Médio – Volume 1, da Coleção do Professor de Matemática da Sociedade Brasileira de Matemática.

 Para se inscrever os candidatos devem ser professores de Matemática que atuam no Ensino Médio ou no oitavo ou nono anos do Ensino Fundamental. Também podem se candidatar os que tiverem licenciatura em Matemática . As inscrições podem ser feitas na recepção do Departamento de Matemática do Icex, no campus Pampulha, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12 horas e das 13h30 às 18 horas. Os interessados podem se inscrever também pelo fax 3409-5692 ou pela internet, pelo e-mail lyolia@mat.ufmg.br. Para tanto, os candidatos devem preencher uma ficha (formato Word) e enviá-la. Outras informações pelo telefone 3409-5970 ou pelo e-mail acima.

Postado em: Uncategorized — admin @ 10:31

SEE|
Rod. Pref. Amrico Gianetti, s/n - B.: Serra Verde - BH/MG - Prdio Minas /11 Andar - CEP 31630-900 - Tel.: (31) 3916-7000
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades